Voltar

Vapor Burger & Beer

Estivemos no Vapor Burger & Beer para provar o nosso quitute preferido feitos nesta técnica antiga, porém pouco explorada no Brasil que é de fazê-los no vapor, doidera total!

17

Antes de falar da casa, vamos falar rapidamente da técnica, quem nos explicou foi o chef Breno Berdu: por volta de 1920, no estado americano de Connecticut, surgiram os primeiros hambúrgueres feitos à vapor, que elimina parte da gordura da carne, preservando o sabor e a suculência, e dá ao queijo uma textura cremosa.

Complementando a informação do Breno e confidenciando um pequeno segredo, procurem por vídeos do Ted’s Restaurant no Youtube e vocês verão a inspiração do Vapor Burger em ação.

16

Como o próprio nome da casa sugere, além do hambúrguer, outra estrela do cardápio a cerveja! Uma carta deliciosamente extensa de cervejas artesanais gringas e brasileiras, e juntando isso ao fato da hamburgueria estar situada na Vila Madalena, temos aí um boa oportunidade de fazer uma “hora feliz” depois do trabalho!

15

O ambiente é legal, aceita amigos, famílias, casais e happy hour sem problemas. Atendimento foi excelente, percebemos que os garçons manjam da parada e conseguem facilmente indicar a melhor cerveja para acompanhar o seu lanche, e foi isso que fomos fazer lá!

De entrada tivemos uma pequena amostra de duas porções (feitas, obviamente, no vapor): as Calaballs (mini almôndegas de calabresa) servidas com chimichurri e molho agridoce picante (R$ 17,00) e jalapeños recheados com confit de tomate e queijo de cabra (R$ 19,00) – esses preços são para a porção inteira.

02

É impressionante, imaginar que tanto sabor vem de uma comida feita no vapor, não deixa nada a desejar para outras técnicas de preparo e gosto da comida está todo lá, muito bom! E um salve para o espetacular e genuíno chimichurri argentino!

Ok, começamos os burgers, para abrir a comilança provamos um (bom) Veggie Burger (R$ 24,00) ! Trata-se de um hambúrguer com omelete de legumes, queijo da casa, alface e tomate confitado, servido com maionese da casa – harmonizado com Eisenbahn Kölsch.

04

03

Finalmente provamos um bom hambúrguer veggie, é o famoso pão com ovo em sua versão turbinada, parabéns, Vapor Burger! Uma característica marcante de todos os hambúrgueres: o pão tem uma textura mais consistente para dar sustentação ao hambúrguer feito no vapor e o queijo sempre vem bombando! Vocês verão nos próximos lanches.

Depois fomos de Beer Burger (R$ 27,00): burger de entrecôte marinado na cerveja, queijo da casa, cebola crua e tomate picado no pão tradicional com maionese de cerveja à parte, harmonizado com Brew Dog Dead Pony Club.

06

05

A cada lanche fomos sendo surpreendidos por algo, nesse caso quem matou a pau foi a maionese de cerveja, diferente de tudo o que provamos, daria pra vir uns dois potes a mais, simplesmente espetacular! A carne é diferente, marinada na cerveja, fica com uma textura bem macia e um leeeeeeeve sabor alcóolico.

E então fomos de Istambul (R$ 24,00), o lanche de burger de calabresa no vapor, queijo da casa, alface, sauteé de pimentões com spicy curry ketchup à parte, harmonizado com Dama Amber Lady.

08

07

Aqui conseguimos perceber de fato a carne usada, com uma moagem diferente, a primeira impressão é de novidade, realmente um hambúrguer diferente, mas o sabor está todo lá com um hambúrguer macio e realmente suculento e aqui o destaque foi para o ketchup picante com curry, diferente e muito bom! Combinou perfeitamente com toda a proposta do lanche, demais!

E pra finalizar os burgers fomos de Cheddar Burger (R$ 27,00), burger de entrecôte, queijo cheddar (bombando), cebola confitada, farofa de bacon com spicy curry ketchup no pão australiano, harmonizado com Colorado Indica.

09

11

10

E finalmente chegamos no melhor da noite, a combinação cheddar-bacon-pão preto é sempre sucesso! Mas e esse cheddar em abundância? Que beleza! Textura boa, deu pra comer tranquilo mesmo em grande quantidade e farofa de bacon dando sabor e crocancia, esse foi o campeão!

Sim, tem mais! De sobremesa fomos de Pudim de Pote (R$ 8,00), creme caramel servido no pote coberto com calda de caramelo, harmonizado com Harviestoun Old Engine Oil. Realmente um pudim diferente, feito no vapor, uma novidade para nossas papilas gustativas, um gosto suave que merece ser provado!

13

12

E aqui o toque de criativo do pessoal do Vapor, o Hashtag Bacon (R$ 27,00), fiquem com a imagem:

14

Pessoal, ficamos realmente surpreendidos com a técnica utilizada para os hambúrgueres e com a preocupação em todos os pontos do cardápio, ambiente, cervejas e etc. O Vapor foi uma agradável surpresa e esta indicado!

► Pontos fortes: queijos bombando, carta de cerveja top, ingredientes bem pensados, vale a pena!
► Pontos fracos: de início você vai estranhar um pouco o hambúrguer a vapor, mas abra sua mente e verá que este ponto fraco será revertido em ponto forte.

Vapor Burger & Beer
Rua Fradique Coutinho, 1464, Vila Madalena
www.vaporburger.com.br
Facebook

Fabrício Schibuola

Fundador do blog Hambúrguer Perfeito, filho do Nelson e da Lília e irmão do Felipe. Publicitário, designer, "marketeiro", corintiano, paulistano com um pé no interior, da música e da cerveja.

6 comentários

  • marcelo disse:

    algum post de vcs é pago?

  • Bruno disse:

    Marcelo,
    Esse aí foi, pelo visto

  • Gustavo disse:

    Pelas fotos, os hambúrgueres (as carnes) parecem minúsculos!

    Pagar quase R$30 em um lanche que vai quase nada no recheio… ah, não rola!

    • Miriam disse:

      Oi Gustavo, estive na Vapor pouco depois de inaugurar e o que constatei na época foi o seguinte: Vc está certo: O burguer é bom mas é pequeno em relação o cobrado. Não que deva ser um baita mata fone,mas deveria ser no mínimo espetacular,hiper, mega, blaste prá lá de gostoso prá poder corresponder ao cobrado ( incluo aqui o preço das porçoes- também minusculas – etc…) Vale a pena ir prá conferir… voltar é outra coisa.

  • Pedro disse:

    eu já comi lá, não é muito barato, mas realmente vale a pena, as porções não são grandes, mas os lanches são bem recheados sim, até difícil de morder rs

  • Vale a pena ir pelo menos uma vez pra conhecer. Não é ruim – longe disso – mas não entrega o que cobra. Caro demais.
    A comida é ruim? Longe disso, é bem boa. A carta de cervejas é bem bacana. Tb comi essa porcão de calabresa, achei ótima. O lanche – não me lembro mais o nome – tb é. Mas não me deu vontade de voltar.

    Abs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.