Original Burger

Estivemos no Original Burger duas vezes, uma em 2009, quando a casa foi inaugurada, e outra em 2010 para fazer uma comparação um ano depois. Pois, em 2014, voltamos ao mesmo recinto que hoje conta com 5 endereços, além da original, no Brooklin, eles também estão com lojas no Alto de Pinheiros, Vila Olímpia, Campo Belo e Itaim Bibi, na Av. Faria Lima.

Pra quem não conhece, o Original Burger é inspirado na Rota 66 e outras referências norte-americanas, como os nomes dos lanches sugeridos pela casa: California, um hambúrguer de 160 gramas de fraldinha, queijo brie, cogumelos shitake e shimeji, molho sweet black, outros estados também são lembrados no cardápio, como o sanduba Kansas, com frango, ou o Arizona, com roast beef. Curiosidade: estes nomes são justamente os nomes das ruas do Brooklin, onde esta situado o primeiro Original Burger.

Mas as referências gringas param por aí, o que encontramos no Original é um autêntico hambúrguer paulistano, tipo das antiga mesmo, a casa tem um ambiente moderno, mas a tradição está no lanche, saborosíssimo, com aquele queijo prato derretido sem segredo, bacon crocante sem segredo e hambúrguer sem segredo! O segredo é não ter segredo, às vezes muitas invencionices estragam a parada, parabéns pro Original Burger!

Além das opções já prontas no cardápio, você pode montar o lanche ao seu gosto, pois fomos no simples e gostoso, direto e reto, um Cheese Bacon com maionese a parte! “Originalidade” pra que? Foi um hambúrguer de fraldinha de 160 gramas (R$ 15,50), bacon (R$ 3,90), queijo prato (R$ 3,90) e original maionese à parte (R$ 3,90) – total de R$ 27,20.

01

Você pode até pensar que é caro um lanche tão simples como esse, até concordamos, mas realmente é muito bom! Não tem erro! De tão simples ele agrada perfeitamente! O hambúrguer de 160 gramas esta no tamanho ideal, apesar de não estar tão em uso nas hamburguerias mais famosas, nós ainda aprovamos o hambúrguer de fraldinha, e este do Original estava delicioso! Suculência total!

Bacon crocante, queijo derretido, tudo no esquema. Um capítulo à parte para o pão, obviamente ele veio quente e daquele estilo das antiga, meio chapado, levinho, sensacional! Ponto para o pão! E a maionese como já estamos acostumados, verde, temperada, talvez a textura muito grossa seja a única ressalva.

02

E pra fechar esta experiência hamburguística, porque não um milk shake? Hambúrguer e milk shake, tudo a ver, sempre! A casa tem ótimos shakes, de verdade! Provamos dois e os dois são realmente sensacionais!

Um foi o The First Shake (R$ 20,90 – tamanho normal e R$ 15,90 o tamanho médio), feito com sorvete de creme, batido com chocolate fudge, é diferente mas não é, é muito bom!

03

Gosto impecável, sério, que baita milk shake! Manja aquela textura ideal, que nós, paulistanos, amamos? Quase que um sorvete pra ser tomado com canudo. Nutella bombando, realmente impecável, é assim que um milk shake tem que ser!

O outro foi o Avelã Shake (R$ 22,90 o normal e R$ 16,90 o médio) batido com creme e pedaços de avelã.

21

Outro que mata a pau nos milk shakes por aí afora, textura e tudo o mais estão presentes aqui também, sabor em forma de sorvete com leite!

Pessoal, depois de quase quatro anos, o Original Burger parece ter melhorado ainda mais, estão de parabéns e com certeza vão subir da 15ª posição na próxima atualização do Ranking Hambúrguer Perfeito, aguardem!

► Pontos positivos: a qualidade está na simplicidade extremamente bem executada de seus hambúrgueres e shakes.

► Pontos negativos: difícil, mas a textura da maionese poderia ser um pouco mais leve e fina.

Original Burger
www.originalburger.com.br
Facebook

Compartilhe:

Autor: Fabrício Schibuola

Fundador do blog Hambúrguer Perfeito, filho do Nelson e da Lília e irmão do Felipe. Publicitário, designer, "marketeiro", corintiano, paulistano com um pé no interior, da música e da cerveja.

Compartilhe
468 ad

3 Comentários

  1. Cara, é difícil encontrar uma maionese PERFEITA como a do Hobby Lanches… ela é um mito.
    Agora, esse sanduba deu vontade… tá com cara de honesto! Sem decepção nenhuma.
    Parabéns pela matéria!

    Responder
  2. Fui atrás do milk shake “mata a pau” da matéria e me arrependi. Ele estava “de matar” mesmo… De matar um! Levaram o inglês ao pé da letra e me serviram um leite batido com essência de pistache. Tentei o coco e fiquei surpreso ao perceber que eles usam coco industrializado, resta apenas saber se era Sococo. Fraco, muito fraco.

    Responder

Envie seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>