Voltar

La Maison est Tombée

O nome francês parece de um lugar afrescalhado, mas o La Maison est Tombée é uma grande zueira. O lugar é um bar descolado com uma pegada antiguinha, meio retrô. Em todo o cardápio eles fazem brincadeiras com palavras em português e terminações com sotaque francês, como “les caipirinhes” e “les sandubes”, que muito nos interessam.

10

03
Antes de tirar qualquer pedido o garçom já chega todo pimpão com uma canequinha de pipoca. A “la pipoque” custa R$5, mas a primeira é “pour conte da Maison”. Não demos sorte de pegar uma quentinha e apesar de meio murcha até que tava gostosa.

04

01
A carta de bebidas é tão extensa quanto a de comidas. Muitos drinks, doses, shots… mas fomos de chope mesmo. O Brahma claro custa R$8,90.

02

Escolhemos Les Frites para a entrada, as batatas fritas rústicas. A porção custa R$34, mas segundo o cardápio são “Les meilleurs frites du monde!”. Mas na hora de pedir o garçom informou que os sanduíches já vem acompanhados de uma porção, então partimos pra escolha principal!

Entre as opções de sanduíche a casa oferece um único burger, o X-burger de la Maison, com hambúrguer de 180g, avec queijo gruyère, picles Maison, mayonnaise et bacon R$42.

07
Sobre as batatas, o corte realmente é de uma batata palito rústica, mas faltou no mínimo tempero e casca pra ser das melhores rústicas que já provamos, quem dirá do mundo. Pedimos maionese a parte pra dar um up!

06

09

Quanto ao burger, o pão, apesar de não ser chapeado, estava quente. Aparentemente foi ao forno, porque estava com a casca um pouco seca. A carne estava muito gostosa! Suculenta e saborosa, além de vir ao ponto (apesar do garçom não ter perguntado como queríamos). Queijo delícia e cebola bem discreta. Já o bacon (que dó!) veio pouco e estava com gosto de queimado.

08

No geral fica bom porque a carne e o queijo dominam o sabor. Mas é um burger pequeno pro preço que se cobra. Caso esteja por lá pra tomar uma cerva e bater um papo com a rapaziada, vale a pena chamar o burger. Agora ir lá só pra isso, talvez não!

► Pontos fortes: carne e queijo
► Pontos fracos: bacon e preço

LaMaison est Tombée
R. Jerônimo da Veiga, 358 – Itaim, São Paulo – SP
Facebook
Instagram

Amanda Magalhães

Produtora de eventos, filha de várias regiões do Brasil, neurótica com a ordem na cozinha e tecnicamente uma 'experimentadora' de sabores (menos bichos com penas). Tem paixão por sabores tropicais e frutos do mar (menos bichos com conchas), por doces (necessidade e vontade) e uma afeição (acima da média) por bebidas coloridas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.