Lanchonete Pinati – Hambúguer Kasher em São Paulo

Quando a gente acha que já experimentou todo tipo de hambúrguer descobre que ainda tem muito mais para conhecer, ainda bem! E dessa vez nem precisamos ir muito longe, foi na região de Higienópolis/Santa Cecília, que provamos pela primeira vez um hambúrguer kasher, feito no Pinati. Vamos tentar contar tudo e não falar muita besteira nesse post, porque além de comida boa a gente teve uma aula de história, cultura e religião nessa visita.

pinati 8

pinati 1

A Lanchonete Pinati já é bem conhecida pela comunidade judaica, porque serve comida kasher (ou kosher) que é a comida considerada por eles como pura, correta, justa. Daí já aprendemos 2 coisas que não sabíamos: nem toda comida judaica é kasher e qualquer tipo de culinária (japonesa, italiana, hamburguística, etc) pode ser kasher. O que dá essa classificação à comida é a escolha dos ingredientes e a forma como ela é preparada (da lavagem das mãos à oração).

pinati 9

pinati 2

O lugar é pequeno, mas numa esquina fácil de achar. Escolhemos uma mesinha de onde conseguíamos ver a chapa e começamos com o tradicional Humus (R$25,90), uma pasta de grão de bico temperada, simplesmente a melhor que já comemos na vida, acompanhada de um pão pita artesanal que chegou extremamente fresco, quentinho e saboroso à mesa. E ainda mandamos uma porção de Falafel (R$ 17,30), bolinhos fritos de grão de bico com tehina.

pinati 4

Não satisfeitos, pedimos o Falovo (R$ 10,00), que vem com uma dupla de bolinhos de falafel com um ovo semi-cozido (ou semi-cru?) dentro. O bolinho de grão de bico em si já merece todas as honras porque é muito gostoso e tem um tempero especial, mas pra quem gosta de ovo com gema mole esse tal de falovo vira uma combinação perfeita.

pinati 3

 

Como a ideia era provar os burgers, também experimentamos de entrada a porção de Chips Palito (R$ 10,00), a batata frita clássica dessa e de todas as casas que servem hambúrguer. A maionese, apesar de ser bem verdinha, estava com um sabor suave. E ainda veio um molho de pimenta caseiro pra arrematar.

pinati 5

Finalmente aos burgers, provamos o Pita Burger, um hambúrguer de 160g acompanhado de humus, tehina, salat israeli (tomates e pepinos em cubos) e picles, servido no pão pita artesanal (R$ 31,50). Já sabíamos que o pão era uma maravilha, mas ainda fomos surpreendidos pela combinação com a salada. Uma dica importante pra quem não curte muit pepino é que o gosto dele fica bem presente meeeeesmo.

pinati 6

O Pita era saboroso mas vamos combinar que não tinha assim aqueeela cada de hambúrguer, né?! Então pedimos o Chips Burger, feito com hambúrguer artesanal de 160g e acompanhado de batata palha, cebola na chapa e maionese Pinati, servido no pão de hambúrguer (R$ 33,50). O conjunto é bem saboroso e a batata chips fez as vezes do crocante do bacon, mas sentimos falta de um queijinho derretido pra completar.

pinati 7

Já que é pra ser tradicional, arrematamos com um Shawarma (R$ 36,00), sanduíche típico israelense, de carne de frago fatiada servida no pão lafa artesanal e acompanhada de salat israeli, humus, tehina, repolho e picles. É o carro chefe da casa e merece o título porque estava espetacular, com um tempero intenso mas na medida. A família Berlovich cuida de cada detalhe por lá, do atendimento à chapa. Vale a pena trocar uma ideia com eles para aprender um pouco também.

► Pontos fortes: temperos intensos e sabores marcantes

► Pontos fracos: entendemos que seja uma questão religiosa/cultural, mas sentimos falta do queijo nos burgers

Lanchonete Pinati
Alameda Barros, 789 – Santa Cecília, São Paulo/SP
Instagram

Compartilhe:

Autor: Amanda Magalhães

Produtora de eventos, filha de várias regiões do Brasil, neurótica com a ordem na cozinha e tecnicamente uma 'experimentadora' de sabores (menos bichos com penas). Tem paixão por sabores tropicais e frutos do mar (menos bichos com conchas), por doces (necessidade e vontade) e uma afeição (acima da média) por bebidas coloridas.

Compartilhe
468 ad

1 comentário

  1. Toda sexta to lá comida muito boa e saborosa típica israelense …..

    Responder

Envie seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>