JT Burger

Num desses cursos da vida que fazemos para o tão procurado aperfeiçoamento profissional, podemos ter algumas boas novidades, como conhecer novas pessoas do seu meio profissional, absorver  novos conhecimentos e DESCOBRIR NOVAS HAMBURGUERIAS, UEBA!

Estava indo pra ESPM, na Vila Mariana, fazer um curso de especialização quando me deparo com a simpática hamburgueria JT Burger, que descobrir ser do mesmo grupo da tradicional rede de comida árabe: Jaber.

01

Não consegui descobrir desde quando exatamente a casa está lá, mas numa rápida pesquisa na internet, percebemos que pelo menos desde 2012 está aberta, é um lugar discreto, não chama muito a atenção, apesar de estar num bairro com várias opções de bares e restaurantes.

02

O JT Burger tem ares de tradição, parece uma das mais tradicionais lanchonetes paulistanas, (eles servem até Vaca Preta – o famoso sorvete com Coca-Cola!), a cozinha e a chapa onde se fazem os burgers ficam abertos no meio do salão à vista de todos e o balcão para um lanche rápido é muito mais convidativo do que as mesas.

03

Como a visita foi feita no período de férias, a faculdade não estava muito cheia, e por consequência o lugar também estava tranquilo, mas imagino que em período de aula o negócio deve bombar!

O atendimento, feito no balcão mesmo não deixou a desejar e tudo saiu bem rápido.

Assim como o lugar, os lanches são bem tradicionais, na linha do Chicohambuger, Burdog, Hamburguinho e outras do gênero (veja lista das 10 hamburguerias mais clássicas de São Paulo), e quando é assim, sempre recomendamos não sair do básico: cheese-salada! No máximo, uma adição de bacon.

E foi isso que fizemos, um cheese salada com a carne normal (R$ 20,30) e um cheese salada bacon, com a carne de picanha, para provarmos a diferença (R$ 27,30).

Cheese-salada normal

Cheese-salada normal

Cheese-salada bacon

Cheese-salada bacon

Para acompanhar, uma porção de fritas (R$ 13,50). Sequinha e crocante, sem erros!

04

Pessoal, o hambúrguer é bem naquele estilo clássico de ser das lanchonetes paulistanas da década de 60 e 70: pão prensado e quentíssimo (ponto forte), queijo prato derretido e carne sempre mais pra bem passada, e não adianta, é o estilo e é assim que tem que ser.
Você já viu ir no Osnir ou no Joakins e te perguntarem o ponto da carne? Não né, porque nesses lugares é assim que tem que ser, sempre foi e assim será. Aceite o ponto da carne deles e fim de papo.

Mas olha só, na comparação entre as carnes, pela diferença de preço, não vale a pena pedir o de picanha, vai no hambúrguer comum que é bem parecido e bem mais barato, satisfação igual.

Ponto forte para o bacon crocante e salada com alface lisa, faz toda a diferença, alface lisa tem um sabor diferente e mais marcante do que a alface americana, meio modinha nos últimos tempos.

Maionese temperada das boas, suave e levemente puxada no alho, sucesso!

05

Pessoal, o JT é satisfatório, não é o melhor burger de todos os tempos, mas pela proposta, de ser um lanche clássico e simples e com um preço mais acessível, cumpre bem o seu papel!

► Pontos fortes: cheese salada clássico muito bem executado e tudo é servido bem quente!
► Pontos fracos: carne de picanha não vale muito a pena pelo preço

JT Burger
Rua Joaquim Távora, 1160 – Vila Mariana.
Aberto de segunda à sexta das 11 h às 23 h e de sábado e domingo e feriado das 14 h às 23 h.
Facebook

Compartilhe:

Autor: Fabrício Schibuola

Fundador do blog Hambúrguer Perfeito, filho do Nelson e da Lília e irmão do Felipe. Publicitário, designer, "marketeiro", corintiano, paulistano com um pé no interior, da música e da cerveja.

Compartilhe
468 ad

1 comentário

  1. Gente vocês precisam ir no Carlitos! Fica em Interlagos. É uma lanchonete e os hamburguers são muito bons e a maionese é ótima!!

    Responder

Envie seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>