Madero

FINALMENTE!

Visitamos o Madero paulista a e chegou a hora de publicar o seu devido e merecido conteúdo, o texto está escrito já faz uns três meses, mas só publiquei agora.

Porque escrevo “Madero paulista”? Porque já estive no original, em Curitiba, algumas vezes em 2010 e 2011… e desde então fiquei ansioso pela estreia do “The Best Burger in The World” em terras paulistanas.

01

Vamos comentar brevemente esta alcunha utilizada pelo próprio Madero para designar o seu hambúrguer. Não, nem de longe é o “melhor hambúrguer do mundo”, é um razoável exemplar do nosso alimento preferido, mas vale pelo marketing.

Além das lojas nos estados do Paraná, Santa Catarina e Goiânia, o Madero conta com restaurantes em Ribeirão Preto e dois no capital paulista, um no Itaim Bibi e outro no Shopping Vila Olímpia, que foi o que visitamos.

Tivemos que pegar um pouquinho de espera, mas ok, nada fora do normal pra um domingão de almoço no shopping.
O atendimento foi ok, e o ambiente é padrão bons-restaurantes-de-shopping, fiquei curioso para saber se o ambiente é o mesmo na loja de rua no Itaim Bibi.

De entrada pedimos uma Baby Back Ribs com molho barbecue com batatas fritas (R$ 36,80).

03

Pessoal, não é um prato ruim, mas assim, não se compara em nada ao restaurante o qual eles pretendem concorrer, o Outback faz uma Ribs on The Barbie MUITO MELHOR! Não dá pra colocar no mesmo patamar. Esse prato do Madero estava mais com gosto de caldo Knorr do que qualquer outra coisa.

Prosseguimos então finalmente para os “The Best Burgers in The World”. Estávamos em três na mesa, e todos pedimos o mesmo lanche: Cheese Burger Angus Premium com bacon grelhado (R$ 32,90) e acompanha batatas fritas.

06

O preço é razoável e o lanche já vem com salada, que pedi pra tirar, a pegada é sentir o gosto da carne de 180 gramas mesmo, o queijo utilizado é o cheddar. Uma coisa que não é legal, não vem maionese no lanche, e é cobrado R$ 2,80 pelo potinho extra, o qual não pedimos.

05

Pois bem, tinha na lembrança um ótimo hambúrguer provado em meados de 2012 em Curitiba, e não foi o que eu provei aqui neste momento, um hambúrguer comum, nada demais. O pão crocante é legal, não podemos negar isso, mas a carne não estava suculenta e parecia ser bem menor que os 180g descritos no cardápio, o queijo estava seco, o bacon não é crocante.

07

Sei lá, toda a expectiva que eu tinha por conta do que havia provado antes foi por água abaixo. O que aconteceu Madero?! Além do mais, aqui em São Paulo os lanches são mais caros que em qualquer outro estado, porque isso, Maderão?

Uma das pessoas da mesa inclusive achou melhor o lanche do New Dog, que tínhamos ido um dia antes, peraí, também não é pra tanto, vai. Inclusive, farei um post novo do New Dog e sua megalomania nos preços sem qualquer padrão!

Agora, percebemos um descuido feio aqui, em um pote de ketchup, no verso estava a data de validade, e como vocês podem ver no celular, já estávamos um dia depois do vencimento da parada. Ok, é só um dia, mas sendo um restaurante, tem que tomar este cuidado.

04

Pessoal, não sei se foi a expectativa ou de fato o Madero deu uma caída, a verdade é que o “The Best Burger in The World” malemá chegou a ser o best burger do Shopping Vila Olímpia. Pretendemos voltar em breve pra ver se deram um up na coisa toda.

► Pontos positivos: o pão é um diferencial.
► Pontos negativos: costela não é legal, faltou cuidado com o ketchup fora da data de validade, eles não conseguem suprir a expectativa do “The Best Burger in The World”.

Madero
www.restaurantemadero.com.br
Facebook

Compartilhe:

Autor: Fabrício Schibuola

Fundador do blog Hambúrguer Perfeito, filho do Nelson e da Lília e irmão do Felipe. Publicitário, designer, "marketeiro", corintiano, paulistano com um pé no interior, da música e da cerveja.

Compartilhe
468 ad

22 Comentários

  1. e o detalhe da etiqueta de vencimento do catchup que é daquelas preenchidas à mão, ou seja, colocam o que bem entender, isso significa que recarregam as bisnagas descartáveis do Heinz?

    Responder
    • também notei zeca fui até olhar os que tenho aqui em casa e todos tem a data de validade na lateral da tampa e na etiqueta na parte de trás, com certeza eles recarregam,eles devem comprar aqueles tubos grandes e vão completando…abç.
      obs. a data da tampa é do fabricante pois vem como mes/dia/ano e a etiqueta é do destribuidor..

      Responder
      • A etiqueta é um controle interno do produto. Cada qual com sua validade após aberto, é o que define a Vigilância, por isso a etiqueta de validade. O que não justifica é estar vencido… Mas o procedimento de identificação está correto, o que não caracteriza especificamente uma recarga do produto.

        Responder
    • a respeito das bisnagas descartaveis eu trabalhei numa casa que vende hamburguer, sempre quando estava para acabar os potes de ketchup heinz eles preenchiam com um balde de ketchup hellmans… o resto que ficou ali vencido dentro do pote ngm tirava ou lavava!! ou seja, sempre preenchido, todo mundo reclamava que ano era heinz eu cansei de avisaro dono, logo a casa fechou!!!

      Responder
  2. Acho que a qualidade do sanduíche do Madero varia muito nos diferentes restaurantes. Aqui em Curitiba, pelo menos é assim.

    Particularmente, acho esse hambúrguer de Angus deles um pouco sem graça. O hambúrguer clássico é mais suculento e saboroso.

    E até que enfim alguém comentou sobre esse slogan prepotente da rede! O restaurante é ok, mas esse slogan é de matar, uma arrogância (injustificada) sem tamanho.

    Responder
  3. Pessoal, sou de Ribeirão, e aqui também o que se destaca no Madero é o pão. Além disso nada demais, apenas um bom lanche – acima da média para Ribeirão é verdade – mas nada surpreendente.

    Responder
    • Aqui em Ribeirão possuí duas casas, visitei a do Ribeirão Shopping com alguns amigos. E realmente o que se destaca é apenas o pão. Esperava algo tão bom quanto a opinião do cara que inventou o slogan deste restaurante.

      Responder
  4. Pra mim, o pão é a melhor parte deste hambúrguer. Honestamente, acho a carne seca e sem gosto. Não sinto o tempero que faz a “liga” nele. É como comer uma Picanha assada sem sal.

    Responder
  5. Excelente sanduíche, muito bom , mas não eh hambúrguer, como vocês mesmo falaram e o Marcelo Duarte também, não usa ” PÃO de HAMBURGUER usa pão francês redondo, para ser hambúrguer precisa ter pão de hambúrguer e carne preparada como hambúrguer, ou posso colocar uma carne de hambúrguer no pão francês de uma boa padaria?

    Responder
  6. Fui ao Madero do Shopping Vila Olímpia na expectativa de comer uma iguaria, pois alguns amigos ja haviam tecido comentarios elogiosos acerca da loja localizada em Curitiba, mas confesso que fiquei frustrado com o lanche deles. Ainda pretendo visitar a loja de Curitiba e espero tirar essa má impressão.

    Responder
  7. Fui hoje com um primo no Madero do Eldorado (São Paulo) e foi simplesmente frustrante! Que atendimento horrível! Suco natural, só de laranja ou de uva (polpa). Apelamos para um guaraná. Pedi Cheeseburger New York. A carne e o pão estavam secos. O queijo era uma única fatia de cheddar. A maionese, cobrada à parte, totalmente sem graça, sem gosto. Não justifica o preço. Primeira e última vez.

    Responder
  8. sempre vejo as pessoas reclamando do madero em outros estados , mais aqui em Curitiba e diferente mesmo fiz um tour pela cidade atras do melhor burguer e o melhor burguer e o deles não tem outro pelo menos aqui em ctba , ja fui varias vezes em dias calmos em lotados e nunca tive reclamação na verdade eu só acho um pouco caro mais fora isso normal . em questão do ketchup aqui se chama do cheff vem sempre fresco e gostoso nunca com a validade errada . as ribs não chega nem perto da do outback , como já comi todos os burgues deles ate o vegetariano que e bom , agora parti pra prato com carnes e pqp e um tesão hahaha. uma pena não ter tempo e dinheiro pra fazer um tour em sp atras dos burgues rsrsrs abraços

    Responder
  9. O melhor Hambúrguer do Madero é o de Cordeiro.
    Com certeza você mudara a opinião sobre a tática de marketing da empresa após experimentar.
    Escolha errada a sua!

    Responder
    • É o que sempre como e para mim… Perfeito e faz jus ao nome…Melhor sanduíche do mundo.

      Responder
  10. The shittiest hamburger in the world.

    Sem gosto, pão seco, atendimento ruim pra caralho.

    Responder
  11. Hambúrger horrível!!! Não tem gosto de nada. A carne passa longe, parece uma gororoba moída. Aqui em Florianópolis nunca mais voltarei. O pão é muito fino, a salada minúscula e sem gosto. Isso que é vendido no Madero não é hambúrger de carne. Vigilância sanitária deve averiguar.

    Responder
  12. Pessoal, ja Tive a oportunidade de comer em vários restaurantes do Madero no Paraná, entre eles nas cidades de Curitiba, Cascavel, Maringá, Umuarama e também nos restaurantes Containers do Litoral de SC!
    De fato, de todos os lugares citados, nada se compara ao restaurante de Curitiba. A qualidade, sabor do hambúrguer, ‘não tem igual.
    Outro detalhe é o Petit Gateau deles. Quer provar o melhor? Prove em Curitiba então, porque nos demais restaurantes, deixa é muito a desejar!

    Responder
  13. Também verifiquei uma queda sensível de qualidade no Madero. O melhor é o container de Curitiba. O conteiner do posto Arco Iris da Via Dutra eles deveriam fechar. É horrível. Toda rede que cresce muito rápido acaba perdendo a qualidade. O chef Jr. está mais interessado na grana do que na qualidade. Lamentável

    Responder
  14. Fui no container de Itu e achei ótimo. Não sei se posso chamar “The besy Burger of the world”, mas com certeza em minha opinião está entre os melhores! Experimentei o Cheese Burguer, que na verdade é um Cheese Salada. O destaque fica com o pão, apesar de diferente do padrão. O hamburguer saboroso e suculento. Tomate Ok. E apesar de eu não gostar de queijo chedar, aprovei, mas gostaria de experimentar o mesmo sanduíche com queijo prato. Maionese acompanha e é muito boa. Porçãozinha extra R$3,00. Batata frita ótima, grossinha e crocante por fora e macia por dentro!
    Negativo ficou para a alface que praticamente some no lanche e refrigerante só em lata.

    Responder
  15. Fui no container de Itu e achei ótimo. Não sei se posso chamar “The best Burger of the world”, mas com certeza em minha opinião está entre os melhores! Experimentei o Cheese Burguer, que na verdade é um Cheese Salada. O destaque fica com o pão, apesar de diferente do padrão. O hamburguer saboroso e suculento. Tomate Ok. E apesar de eu não gostar de queijo chedar, aprovei, mas gostaria de experimentar o mesmo sanduíche com queijo prato. Maionese acompanha e é muito boa. Porçãozinha extra R$3,00. Batata frita ótima, grossinha e crocante por fora e macia por dentro!
    Negativo ficou para a alface que praticamente some no lanche e refrigerante só em lata.

    Responder
  16. Não tem maionese nos de SP?! Os de Curitiba todos vem, e no cardápio ainda está escrito que é artesanal, receita de família o que aqui é um diferencial dando um sabor único ao lanche. Quanto ao resto não posso opinar pq nunca comi a costelelinha.

    Responder
  17. Sera mesmo que e o melhor?

    Responder

Envie seu comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>